quinta-feira, 11 de dezembro de 2008

Repentina

Aparece,
Adentra,
explode
E diz
Tudo.

Disse tudo o que pensava.
O que eu não esperava.
Tudo aquilo das histórias de
Gibis.

(Sentimentos em palavras,
Olhos retorcendo e as
Mãos trêmulas)

Aquele tudo perpassando um
caminho já tão enegrecido
e desacreditado.
-Não quero temer mais!
Entendas isso.

Mas foi feito o que o escuro pedia.
Foi feito as ordens do âmago.
De tão longe, pára em minha casa
à explicar com força e verdade o
Que trepidava.

Ontem, me fez acreditar em filmes.
Ontem, saiu da regularidade.
Tornou-se hoje, talvez amanhã.
Não espero.
Vejo apenas gritos e seus passos
Adentrando os meus,
Como uma boa música,
Como um beijo,
Como um banho quente em dias de frio intenso.


Lucas G.

2 comentários:

D. Schuberstein disse...

Que "Grito", hein.

L.G disse...

Pois é...
as coisas que perpassam a mente humana assustam! hehe