quinta-feira, 29 de janeiro de 2009

Grande Chico Mineiro

'Fizemos a última viagem
Foi lá pro sertão de Goiás.
Foi eu e o Chico Mineiro
também foi um capataz.
Viajemo muitos dias
pra chegar em Ouro Fino
aonde nós passemo a noite
numa festa do Divino.

A festa estava tão boa
mas antes não tivesse ido
o Chico foi baleado
por um homem desconhecido.

Larguei de comprar boiada.
Mataram meu companheiro.
Acabou-se o som da viola,
acabou-se o Chico Mineiro.

Depois daquela tragédia
fiquei mais aborrecido.
Não sabia da nossa amizade
porque nós dois era unido.
Quando vi seus documentom
e cortou o coração
de sabê que o Chico Mineiro
era meu legítimo irmão."

2 comentários:

Luiza C. Pereira disse...

Luuu, que poema lindoo! Adoro esses textos/poemas que contam uma história. Muito bem bolado, Lu! Parabéns! Beijão!

L.G disse...

Não é meu , mas realmente é incrível!
Por ser domíio público , não coloquei o autor!
Beijos Lu