terça-feira, 3 de novembro de 2009

Meus textos por outros lugares,
agora, se vão.
Calados,
em goles,
secretos
eu me faço inteiro.

Nesse labirinto dos tantos,
encontrei acalento e repouso,
um refúgio...
dali diz-se tudo e
já não sinto o não permitido.

Lucas Galati

2 comentários:

Li disse...

uma homenagem ao outro (?)

Lucas Galati disse...

Simm...hehehe